19 de setembro de 2013

A História de nós dois

Olá queridas,


Conforme prometido hoje vou contar minha história de amor, mas preparem-se a história é longa. Juro, no entanto, que vai valer a pena ta...rss.


Bem era uma vez papai e mamãe que não podiam ter filhos, mas eles oraram ao Papai do céu e Ele concedeu a benção de mamãe ficar grávida de mim, quando nasci colocaram meu nome de Aline porque significa “de linhagem nobre, princesa”. E assim eu fui criada com muito amor como a princesinha da família. Só que a princesinha cresceu, foi pra universidade, foi trabalhar e percebeu que o mundo não é tão encantado assim e que precisava ser gente grande para encarar os novos desafios da vida.


O ambiente farto de amor e afeto onde fui criada  sempre me fez feliz, mas eu precisava de um choque pra amadurecer e deixar de ser só uma menininha. Foi então que decidi que eu queria morar alguns meses fora do Brasil SOZINHA, fazendo tudo sozinha tendo que lidar com meus próprios medos e me superar nos mínimos detalhes. Quando dividi a ideia com os meus pais eles quaaase tiveram um treco, por mais natural  e comum que seja fazer intercâmbio para os meus pais me deixar ir pra longe sozinha era um absurdo. Imaginem eu sou totalmente dependente, meu pai não me deixa ir na padaria sem dar sinal de vida ele me liga três vezes ao dia, minha mãe controla tuuudo na minha vida, pra eles eu ainda era um neném. Todavia eu estava convicta de que esta experiência era o melhor pra mim e consegui convencê-los.Para unir o útil ao agradável eu iria para algum lugar de língua inglesa para estudar e aperfeiçoar o idioma e eu não tive a menor dúvida: queria Londres. Gente eu sempre ameeei Londres, uma terra onde existe uma família real de verdadeeee e é a mais importante do mundo, e assim planejamos a viagem. Nos meses que antecederam a viagem foi um chororo, meu pai em chooooque chorava por tudo, minha mãe preocupada com tudo “meu Deus você não sabe se virar, vai morrer de fome” e eu também fiquei insegura, como eu conseguiria viver sem tudo que é importante na minha vida, agora eu seria uma “”princesa”” sem um reino!!! Antes da viagem minha mãe fez uma liiiiinda festa de despedida pra mim toooda decoradinha com as cores do reino unido, foi  em um sítio em Atibaia em um dia de muitooo sol...uma delícia, um dia muuuito especial onde meus amores vieram passar um tempo para que nos próximos meses, mesmo sozinha eu pudesse me lembrar que tinha MUITA gente torcendo por mim.


Na semana que eu ia embarcar minha mãe encontrou uma vizinha nossa, que ela conhecia a muitos anos, e conversa vai conversa vem minha mãe contou que eu estava indo pra Londres e a vizinha disse que os filhos dela moravam lá, um morava há 18 anos e tinha um casal que nasceu lá, a outra morava morava há uns cinco e tinha três filhos, dois grandes e um pequeno. Ela passou o número e o endereço da filha e disse que qualquer coisas podia ligar, minha mãe, assim, ficou bem mais aliviada, sabendo que eu poderia contar com alguém. E no comecinho de 2011 eu parti para a terra da rainha, justamente na época do casamento real (por isso meu blog chama royal wedding e as cores do blog são azul e vermelho). Chegando lá o meu sonho se tornou um pesâdelo, gente fui morar em uma casa de família credenciada pela escola, mas o lugar era péssimo, juro parecia filme de terror...uma casa escura...oprimida...credo. A dona da casa era do Iraque e ela tinha um amigo sinistro, como ela era enfermeira dava plantões e passava madrugadas fora de casa e esse bendito amigo vinha bater na porta...fica me chamando, tirava foto de mim...eu morria de medo. Eu não sabia o que fazer se eu contasse para os meus pais eu teria que voltar no mesmo dia….e eu fui levando, mas fique muuuuito mal, comecei a entrar em depressão me sentia amedrontada, sozinha...ai era inverno lá e escurecia 15h...uma tristeza. Eu procurava ficar o maior tempo possivel longe daquela casa até que um dia ficou tarde demais e perdi o horário do metrô, então me vi sozinha, com frio, num ponto de ônibus escuro e comecei a literalmente gritar: “DEUS EU NÃO AGUENTO MAAAIS, NÃO DEU CERTO, EU NÃO CONSIGO, PAI SE O SENHOR NÃO FIZER UM MILAGRE EU VOLTO PRO BRASIL NA SEMANA QUE VEM”. Gente eu me arrepio só de contar, eu entrei no ônibus chorando e sentei ao lado de um rapaz com semblante tão sereno e me perguntou “por que você está chorando” e eu desabei “ to sentindo falta da minha família, dos meus amigos, do meu país” e ele me disse “ você acredita em Deus?” eu “sim”  e ele “então creia, em um mês tudo estará diferente em sua vida”...=0...um anjo! No dia seguinte peguei o telefone e liguei para a filha da vizinha e ela me disse para ir ao encontro dela e fui. Gente quando conheci a Marga parecia que ela era da família, a abracei e desabei a chorar “me ajuda eu não to aguentando”. E falando um pouco da Marga ela é médica, uma mulher incrível que foi trabalhar na áfrica como médica de projetos de emergência e depois foi pra Londres pra ajudar o irmão dela na igreja de lá, a família dela tinha uma churrascaria e administravam uma guest house, que seria uma espécie de hotel, mas pra quem fica um tempo maior, meses ou anos, ela e a família moravam na parte superior do hotel ela me mostrou tudo e eu amei. Ai ela me disse “olha eu não tenho quarto vago, mas tem um quarto bem grande que a menina quer dividir, por que você não vem morar aqui com a gente?” cooooomo assim povo sair daquela casa terrível que eu estava para morar numa guest house cheia de gente querida, com altos jovens, com uma igreja e ainda uma churrascaria do lado? Topei na hora. No dia seguinte eu já tava lá de mala e cuia feliz da vida.


Agora falando da minha companheira de quarto: fofa linda, simpática, amável, meiga...SÓ QUE NÃO...rrsss. A minha roomate era brasileira de nascimento, morava em Londres há 13 anos e sua mãe tinha casado com um inglês e morava afastada da cidade e como ela não se sentia mais em casa lá, resolveu morar sozinha. A princípio fiquei innn love por ela, ela me cativou em todos os sentidos, me comovi muito com sua história tinha certeza que seriamos grandes parceiras. Um dia fomos fazer jantar e os filhos da Marga apareceram pra comer conosco, os dois uns queriiiidos, o André, o mais velho estava com a camisa do São Paulo e eu tricoloor fanática já disse uhul encontrei meu parceiro de futebol. Ao voltarmos para o quarto minha amiguinha disse: então Li, sabe o André..eu gosto dele e ele gosta de mim...não namoramos ainda porque fiz um voto de um ano sem nenhuma distração na minha vida, mas assim que der esse prazo a gente finalmente vai ficar junto. Eu achei fofíssimo, fiquei feliz disse que eles combinavam e passei a ser a cúpida do casal. Eu que, graças a Deus, fui criada com valores e princípios JAMAIS trairia uma amiga. E eu e o Dé nos tornamos grandes AMIGOS, amigo mesmo, amigo irmão, sem nenhuma maldade, criei um carinho absurdo por ele e minha felicidade era que meus dois melhores amigos ali fossem um casal...eu os ajudava em tudo na relação. Ai a minha amiguinha me convenceu que o melhor amigo do Dé estava a fim de mim e bla bla bla ai eu acreditei e me apaixonei pelo tal menino e assim eramos um quarteto feliz...só que não outra vez. com o passar dos meses comecei a reparar algumas coisas estranhas na rapariga...aquilo começou a me transtornar...gente eu amava ela como se ela fosse minha amiga de infância...eu não queria acreditar que algo podia estar acontecendo. Foi então que no graaande evento do Casamento real do Will e da Kate me tornei amiga do terceiro anjo: a Bibica, uma carioca maluca gente boa até o último fio de cabelo, ela passou a frequentar bastante minha casa e me deu uma dica: Line, essa menina não me inspira confiança. Qual era a desconfiança? Que ela tinha alguma coisa com o menino que ela me fez gostar e, consequentemente, o melhor amigo do quase namorado dela. Gente ela tava me deixando louca ela deixava eu perceber algumas coisas e quando eu ia conversar com ela ela se fazia de vítima falava que eu tava louca, cega de ciumes, que nunca faria isso comigo nunca, nunca faria isso com o André. Um certo dia fui viajar com a Bibica, quando voltei, ela não estava mais em lá...a casa tinha caído...todo mundo havia descoberto o que eu não queria ver. Gente há mais de um ano ela tinha um caso com o menino, fazendo todo mundo de trouxa, traindo o Dé com o melhor amigo dele e me usando para ficar com o outro cara e não gerar nenhuma desconfiança. Meu chão sumiu, ela fez tanto mal que nem vale comentar, ela me roubou (literalmente) mas a primeira coisa que eu pensei foi: e o André?. O André tava destruído, disse que já não gostava mais tanto dela mas que não esperava isso..enfim nós nos unimos pra superar a dor, se éramos amigos antes a partir disso nos tornamos carne e unha.


Quando um coração que está cansado de sofrer,
Encontra um coração também cansado de sofrer,
É tempo de se pensar,
Que o amor pode de repente chegar.


E adivinhem quem veio morar comigo: Bibica...e minha vida mudou, eu, ela e o Dé nos tornamos o trio imbatível...fazíamos tudo juntos. Até que um dia ela veio conversar comigo e disse: amiga o que você e o André sentem um pelo outro é amor, a forma como vocês cuidam um do outro, o jeito que ele olha pra você, o ciúmes que você tem dele...isso é amor...ta na cara. Mas eu disse amiga para naaada a ver, somos amigos, apenas grandes amigos e é impossível termos alguma coisa eu to voltando pro Brasil em um mês e pouco, além do mais eu não queria ficar com o Dé para fazer revanchismo, não me rebaixaria a isso, mas o fato é que alguma coisa estava mudando em nós Minha mãe veio passar um mês comigo e ela também amooou o Dé, o apelidando de “ lindinho” (ele é pequeno..rs). Depois chegou meu pai pra passar uns dias, minha melhor amiga e tudo ficou uma bagunça. Antes de voltar pra casa, no entanto, eu queria fazer o clássico mochilão pela Europa, chamei a Bi e o Dé, ela não pode, mas ele aceitou. Depois que meus pais foram embora partimos de trem por ai.


A primeira cidade que fomos foi Amsterdam...tava chovendo o que nos fez andar agarradinho pra dividir um guarda chuva, estávamos cansados e foi muito corrido lá. De Amsterdã partimos para Brugge, na Bélgica, ai gente Brugge é lindo demais é muito romântico, na cidade tem até uns pontos marcados com um coração: os pontos dos casais apaixonados...sensacional. Foi em Brugge que resolvemos falar dos nossos sentimentos. Em uma pracinha medieval pouco iluminada o Dé me chamou pra conversar e abriu seu coração disse de tudo que tava acontecendo entre nós, mas disse que tava cansado de se machucar e que se envolver com alguém que estava prestes a partir seria sofrer ainda mais e concordei e, chorando, sugeri que continuássemos na amizade e assim preservaríamos o que havia de bom em nós. Dali fomos para Munich, minha paixão...ah Munich é fantástica em cada detalhe, de lá nós fomos para a cidade de Neuschwanstein, onde fica o castelo considerado o mais bonito do mundo….geeeente para tudo cenário da Disney lá (é o castelo da bela adormecida) e não existe cenário melhor para uma princesa e um príncipe que o castelo dos sonhos né? Naquele dia nos divertimos muuito e a gente percebeu que não poderíamos conter, aquilo era uma chance única de uma história única. De Munich fomos pra Praga e Praga gente é um absurdo, a cidade mais linda que eu já fui, e então no dia 09/08/11, na ponte Carlos um cenário impecável, aconteceu o primeiro beijo. De lá fomos para Berlim e em Berlim eu não quis saber da cidade só queria curtir minha história de amor...de Berlim de volta pra Londres e ai faltava apenas uma semana pra eu voltar pro Brasil e me separar do meu amor…=/


O que aconteceu depois vocês saberão amanhã...Deus preparou uma surpresa incrível.


No castelo 


Amsterdam





Munich


Praga - O dia D


Brugge



#continua


Aguardem cenas do próximo capítulo.


Beijooos


15 comentários:

  1. Tem post novo lá no blog meninas, como escolher o óleo vegetal certo para o cabelo.
    Podem seguir? Seguiremos de volta

    http://estiloecappuccino.blogspot.com.br/2013/09/oleos-vegetais-e-suas-vantagens.html

    ResponderExcluir
  2. Menina que história é essa hen, isso não vale...to super curiosa para saber o restante..

    Bjos

    ResponderExcluir
  3. Aline que história linda de superação,amor,garra!!
    Curiosa para ler o resto!


    Bjs

    ResponderExcluir
  4. gente q história é essa!!!
    mas pelo menos parece q no final vai dar em casamento! ahahahha
    to te seguindo aqui, viu?!

    beijoss
    http://weddinginsummer.blogspot.com.br/
    https://www.facebook.com/CasandoNoVerao

    ResponderExcluir
  5. Ai que linda, sua história me fez suspirar!!!
    Parece aqueles filmes românticos com direito a cenários lindo e tudo.

    Estou mega curiosa para saber como foi a volta ou a "não volta" para o Brasil :)

    Seguindo de volta... Bjãoo

    http://mecasand.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Aline do céu, gente que história, eu nem sei por onde começar a comentar!!! Juro, arrepiada!

    Você é uma milagre de Deus ein, já iniciou sua benção desde quando foi lançada no ventre da sua mamis.

    Olha, eu morro de vontade de viajar assim mas eu não tenho sua coragem, primeiro parabéns pela sua coragem e empenho!
    Segundo, não sei como aguentou ficar numa casa fria desse jeito, que horror,.. Imagino o medo que sentiu!

    Terceiro, anjos existem, que bom que você viu um *-*
    Que Deus te mandou guias! Lindo mesmo!!

    hahaha isso é história de amor, amizade linda assim,.. nesses lugares romÂnticos.. vira amoor!!

    Aaai volta logoooooooooo pra contaaaaaaaaar.. to numa curiosidade doida!!!
    Contaaaa!!
    Eu já gostei de você viu! Sua história e sua fé me cativaram, parece um filme. *-*
    Lindo!!

    Bjos
    http://neurasdeumanoiva.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oi Flor, que história heim

    af não aguento esses continua..., morro de curiosidade.

    bjss

    http://tudosobrecasaecasamentodageise.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Menina que história mais liiinda de amor!!
    E que piriguete essa sua 'amiga' hein affff

    Mas td é no tempo certo!!! Gçs a Deus vcs ficaram juntos!!
    Agora quero saber do restooo kkk
    Amei seu blog, e sua hitória flor.. Ja to te seguindo!!
    Bjuss

    ResponderExcluir
  9. Ahhhhhhhhhhhhhhh Que lindooooooooooooooo!
    História de filme!
    Me emocionei!
    Tudo começa com uma bela amizade!
    S2
    Apaixonei pela sua história!
    Parabéns! Casal lindo!
    Bjs
    noivanorj.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Ainnnnnnnnn q lindooooooo!!!

    Putzzzzzzzzzzzzzzzzzz CONTINUA? COMO ASSIM?

    Vc é nova aki e já aprendeu??? a não!!!!!!

    =o

    Mas vc vai continuar hj né?

    Diz o manual dos blogs q quem faz o 3º post e usa a palavra "continua" e com "#" tem q postar no mesmo dia o continua kkkkkk

    é verdade verdadeira... tá no 22º paragrafo do manual kkkkkkkk S2

    To adorannnndooooooo saber mais =)

    bjuuu

    ResponderExcluir
  11. Oi vi o seu blog no da Lu, e vim de fazer uma visita espero vc no meu bjs ♥
    http://drea-amigos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Oi linda, menina que história é essa??? Fiquei doida pra saber da continuação, adorei *-*

    eladenoiva.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Que história lindaaaaaaaaaaa Line, tô suspirando! Vou ler o restante (essa é a parte boa de ler os posts atrasados, não há interrupções kkkk)

    Fica com Deus flor! :*

    ResponderExcluir
  14. Nossa Aline que história linda!
    Agora vou ler a continuação.

    Bjs
    http://casandocamilaedouglas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Obrigada pelo seu comentário.

Qualquer dúvida ou sugestão me mande um email ali.bmaia@gmail.com

Beijos